A eficiência na preparação dos cursos no mercado.

Neste artigo vou mostrar a todos como são e funcionam os cursos de Detetive Particular pelo país a fora. Basicamente vamos tratar de três modalidades de cursos.

Primeiramente é importante comentarmos sobre o curso presencial. Acredito ser muito interessante poder o aluno estar presencialmente num curso, mas pelas dimensões do nosso país é humanamente inviável, a menos que se pudesse ofertar cursos de Detetive Particular em todas as cidades de média e grande densidade populacional. Certamente isso não ocorre em virtude da procura e dos custos que incidiriam sobre os alunos.

Como uma segunda opção temos hoje no país escolas virtuais que ofertam cursos para formação de Detetive Particular por apostila. Com todo respeito a quem ainda procede dessa maneira que é importante salientar que por apostila é coisa do século passado e é imprescindível que se diga que no século passado permaneça. Uma boa formação de um profissional na área de investigação precisa muito mais que isso.

Uma terceira opção aos alunos são os cursos online chamados EAD (Ensinos a Distância). Essa modalidade foi adotada pela maioria das escolas existentes na atualidade. Dentro disso é importante citar que tão logo surgiu a Lei 13.432/17, Lei do Detetive Particular, surgiu também, como um passe de mágica, a faculdade de Detetive Particular. Vendo, da ótica de estudante, de aluno, acho isso formidável.

Já olhando com olhar mais crítico e pensando na profissão a qual exerço tem mais de vinte anos e da escola que administro, asseguro que, apesar de formidável que possa ser esta faculdade, prepararia ela o aluno ao trabalho, visto que não há um Detetive se quer que ministra qualquer videoaula neste curso?

A minha questão fica no ar: como poderá formar excelentes profissionais para o dia a dia da investigação a campo, uma faculdade que não tem nenhum Detetive Particular ministrando videoaulas? Ou, se pudermos fazer uma breve comparação: seria possível preparar um Médico sem que nenhum ensine os estudantes? Ou formaríamos alunos em Direito sem nenhum Advogado ministrar qualquer aula a eles?

Sem exagero algum ou pretensão de ofender ou ainda desmerecer, posso assegurar que as instituições que ministram cursos de Detetive Particular por profissionais de investigação que exercem a função já por vários anos são as mais confiáveis em preparar bons profissionais.

Digo isso, pois é preciso ter uma boa bagagem e experiência na área, tendo atuado em milhares de casos para compor situações aos que entram no ramo apreenderem de forma sólida. Só dessa maneira teremos profissionais de qualidade e com capacidade de atuação na função de Detetive Particular.

Aqui na Detetive CIT os alunos encontram uma grade de videoaulas atualizadas com nosso dia a dia. Abordamos mais de uma centena de assuntos diversos, indispensáveis ao preparo deste profissional.

Não bastasse isso, o Curso Detetive CIT enriqueceu sua grade trazendo outros profissionais com ensino diversificado, afinal um bom Detetive Particular precisa saber sobre direitos e deveres constantes nas Leis, ministrado por uma Advogada, assuntos de psicologia por uma Psicóloga, um Policial Civil, Professora de Português, enfim, o Curso Detetive CIT está recheado de informação de primeira qualidade aos alunos que desejam se tornar Detetives Particulares de sucesso.

Veja todas as informações sobre o Curso nos sites:

detetivecit.gpages.com.br/curso-detetive-cit/

detetivecit.com.br