O fascínio que a profissão de Detetive Particular exerce.

O fascínio que a profissão de Detetive Particular exerce.
4.8 (96%) 5 votes

A profissão de Detetive Particular sempre fascinou as pessoas. Tenho visto isso em toda minha carreira. Eu mesmo ao chegar a minha cidade, isso há mais de 30 anos, encontrei um jovem onde desenvolvi uma amizade que dura até os dias de hoje e sua ocupação na época era a profissão de Detetive Particular.

Confesso que aquele jovem foi minha inspiração. Anos se passaram e este jovem resolveu deixar a profissão dedicando-se a outro ramo de atividade. Quando soube foi uma surpresa para mim. Procurei-o e percebi que lamentara ter saído da profissão de Detetive Particular. Na oportunidade, como eu estava iniciando no ramo aproveitei para pedir alguns conselhos.

Acredito que raramente pessoas deixam esta área pelo simples fato que mexe com a adrenalina de quem exerce esta profissão.

Contando um pouco de minha história, a profissão de Detetive Privado ou particular se apresentou para mim depois de um momento de curiosidade onde, ainda no ano de 1994, participei na solução de um caso de adultério, onde uma luz se ascendeu e cultivando esta chama foi que em 1999 me tornei um Detetive Privado trabalhando com satisfação e alegria nos casos que foram se apresentando.

A profissão de Detetive Privado requer muita dedicação daquele que ingressa nela. Nos anos 90 a rede de computadores, a Internet, dava seus primeiros passos em rumo ao que está hoje. A maioria dos profissionais de qualquer área olhava com desconfiança para a nova ferramenta, mas aos poucos todos se renderam às portas que a Internet abria. As redes sociais, o WhatsApp são a prova que as evoluções simplesmente somam ao dia a dia do Detetive Privado.

No início de minha carreira como Detetive Particular sofri pressão e contrariedade de meus familiares. Tudo conspirava contra. Meu desejo de desenvolver e crescer nesta profissão sempre prevaleceu, pois nunca me entreguei ao fracasso, muito pelo contrário, por amar a profissão de Detetive Privado, lutei muito pelo sucesso de minha jornada.

Desde o primeiro momento me identifiquei com a profissão de Detetive Particular, trabalhar nesta profissão traz uma satisfação indescritível. Tenho percebido que as pessoas, em geral, ao me conhecerem fazem muitas perguntas relativas à profissão, no intuito de saber como é trabalhar na função de Detetive Privado.

Em nosso Curso percebemos isso de forma viva, pois os candidatos ao entrarem na profissão de Detetive Privado fazem alguns comentários e se pode perceber o quanto a profissão exerce este fascínio na vida deles.

Apesar de nosso Curso ser online, desenvolvemos uma programação no Curso onde, o aluno tem a sensação de estar presente como se estivesse atuando numa Investigação. Os trabalhos encantam, pois a cada serviço são coisas novas a serem observadas e a satisfação em bem realizar cada uma delas é o que norteia nossa profissão.

Entrar para a profissão de Detetive Privado enobrece uma pessoa, poder ajudar o próximo de alguma forma sempre é bom e como o Detetive Privado atua sempre com objetivo de resolver problemas das pessoas, temos a sensação, após de cada serviço, de dever cumprido.

 

profissão de Detetive Particular

 

Leia outros artigos: http://detetivecit.com.br/categorias/

Acesse a página inicial: http://detetivecit.com.br/

 

Orlei Carraro

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *