A base e solidez de uma construção.

A base e solidez de uma construção.
4 (80%) 4 votes

 

Detetive Particular

Isso mesmo, uma construção é a imagem perfeita que devemos ter para explicar a base e a solidez de algo.

Ninguém começa um prédio pelo telhado, ao invés disso é preciso preparar o solo, que podemos comparar com as emoções de cada um, encontrar um ponto firme, se possível uma rocha, aliás, é bíblico dizer que uma boa fundação começa e se firma sobre uma rocha e a partir daí sim, se pode começar um prédio com os fundamentos sólidos.

Com este pensamento inicial quero mostrar o quanto é importante a base para um novo Detetive Particular. A preparação para este profissional tem de ser a mais singela e simples possível, fazendo com que qualquer pessoa possa entender e poder iniciar suas atividades.  A base é o fundamento, como já ressaltei.

Um novo profissional tem que estar preparado sabendo como resolver cada caso e os mecanismos que lhe assegurem atingir o objetivo. Por exemplo: posso citar aqui o mais tradicional dos trabalhos de um Detetive Particular, o caso de adultério. Este tipo de caso acontece em minha cidade, em meu estado, no Brasil inteiro e ousaria dizer que no mundo todo.

O modo de como acontecem os adultérios, os procedimentos dos adúlteros são semelhantes em qualquer lugar do planeta, talvez se diferencie um pouco em algumas regiões, mas basicamente andam em uma mesma linha.

Estando bem preparado o candidato ele poderá ter êxito no trabalho, tanto aqui como em qualquer lugar do mundo. Um Detetive deve sempre lembrar que os que praticam tal ato são pessoas espertas e cuidadosas, o que faz com que o(a) investigador(a) deva ser ainda mais esperto(a) que eles.

Uma boa preparação solidifica a carreira, mas é importante salientar que a solidez e a confiança do investigador vêm executando seus próprios casos. Para qualquer profissão a firmação na carreira se dá pela frequência em que a exerce.

Estou me lembrando de um caso em que aproximei uma mulher de uns 30 anos com sua verdadeira mãe. O caso começou na minha cidade, onde a mulher que me contratara residia. Oriunda da fronteira do Brasil com a Argentina em sua infância foi dada pela mãe para outra pessoa cria-la e quando aos nove anos teve um encontro com a mãe que foi visita-la e na oportunidade soube que a mãe já tinha um menino com idade em torno de seis anos.

Isso era tudo o que minha cliente sabia da mãe. Apesar dela não ter gostado daquele encontro, atualmente despertara um forte desejo de encontrar com sua mãe.  Descobrimos que a maioria dos familiares, inclusive uma irmã de minha cliente se encontravam na Grande Porto Alegre, mas a mãe dela só foi achada na Grande Curitiba.

A emoção de minha cliente só era maior que a minha, pois também emociona a nós, um tanto pelo encontro dos familiares e pela alegria de ter feito um bom trabalho.

Pensamento:

Assim são os trabalhos de um(a) Detetive Particular, o de ser prestativo(a) e ajudar a resolver os problemas, os dramas das pessoas. Somos importantes nesta vida, quando podemos ser úteis aos outros, quando podemos auxiliar e fazer parte da solução dos problemas das pessoas, construindo um caminho oriundo da base e da solidez adquirida na trajetória de vida.

Acredito que você também gostará desse artigo: http://detetivecit.com.br/o-quanto-pode-ganhar-um-bom-detetive-particular/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *